Iris R

Conexão: 2020, Iris é o protagonista

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

O universo eleitoral goianiense para 2020 tem como astro central o prefeito Iris Rezende. Tudo, e todos, à sua volta paira exatamente na órbita dele. Isso significa que Iris vencerá as eleições caso seja realmente candidato a mais um mandato? Não. Isso mostra somente que o atual prefeito detém o maior potencial político-partidário-eleitoral para vencer as eleições. Como se costuma dizer quando não se explica nada, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Iris R

Quando se estende o olhar analítico para o possível cenário do futuro – 2020 – tende-se a observar o presente, e levá-lo em alta conta. Compare-se com os quadros pesquisados nacionalmente para 2022 e vai se ter exatamente essa constatação: os principais nomes citados nas pesquisas são Bolsonaro, Sérgio Moro e Lula. É natural, portanto, que a  realidade presente projete-se fortemente no imaginário futuro. Até porque não há outro parâmetro de comparação e projeção.

Fora do olhar através desse prisma de influência do presente sobre o futuro, Iris Rezende ultrapassa a dimensão do olhar “cartomanciado” por uma soma de valores que tem peso real entre os eleitores. E é nesse aspecto que pode-se afirmar sem nenhuma sombra de dúvidas que, neste momento, ele é o astro-rei da eleição do ano que vem, e somente fatores imponderáveis – e sempre possíveis nas disputas políticas, embora não rotineiros – quebraria essa relação.

Iris Rezende é o mais conhecido, comanda neste momento uma máquina administrativa poderosa, tem nas mãos um partido com enorme tradição política em Goiânia e no Estado, e ele próprio é uma, digamos, “grife” eleitoral. Sem rivais atualmente – e esse atualmente aí colocado é tão somente um “seguro” contra eventual fator imponderável futuro.

Busque-se por qualquer outro nome, em qualquer partido incluindo o próprio MDB, e não se verá ninguém como possibilidade real, a partir da análise atual, de antagonizar a situação e o status eleitoral de Iris Rezende para 2020. Ninguém.

De qualquer forma, é salutar que os demais partidos lancem candidaturas. Preferencialmente, que desfraldem bandeiras temáticas diferentes daquelas que já estão sob a posse de Iris Rezende. Até porque no eixo da mesmice é que não se terá nenhuma possibilidade de se acrescentar no debate para julgamento do eleitor goianiense – que tem o hábito de ser bastante exigente. A apresentação de alternativas poderá estartar o antagonismo eleitoral que hoje não se vislumbra. Mas quem reúne credibilidade e popularidade suficiente para fazer isso?