Ex-ministro da Agricultura no governo Dilma e Joesley Batista, da JBS, são presos em operação da Lava Jato

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Antonio Andrade, ex-ministro da agricultura durante o governo de Dilma Roussef, e atual vice-governador de Minas Gerais foi preso temporariamente nesta sexta-feira juntamente com Joesley Batista, dono da JBS, além de outros executivos da empresa e dois deputados estaduais, um de Minas Gerais e o outro do Mato Grosso. As prisões fazem parte de desdobramento da operação Capitu, um dos braços da Lava Jato.

Joesley

A denúncia iniciou com base em confissão premiada do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador de propinas do MDB, partido de Antonio Andrade. De acordo com a investigações da polícia federal, o ministério da Agricultura, em 2014 e 2015, funciona como central de arrecadação de propina, paga pela JBS em troca de favores no Ministério.