Grotesco: Dias Toffoli da piti na presidência do Supremo por causa de artigo de procurador de Justiça

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

O que pode piorar, prega a lei de Murphi, piora sempre. Ontem, ao exercer a presidência do Supremo Tribunal Federal, o ministro Dias Toffoli respondeu a um artigo assinado por um procurador de Justiça e publicado no site O Antagonista (oantagonista.com).

Dias Toffoli 001

A situação é grotesca. Dias Toffoli respondeu do alto do cargo que ocupa – e que não o pertence, obviamente. Isso, numa interpretação réles, é somente um piti oficial. Nada mais. Ele tem todo o direito de se manifestar do jeito que quiser contra a opinião do tal procurador de Justiça, mas não – de forma alguma – onde ele quiser. Na Presidência do Supremo, por exemplo, ele não pode jamais.