Internação do governador ocorre no melhor momento de seu governo até aqui

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Eleito já no 1º turno, no final do ano passado, com 60% dos votos válidos, o governador Ronaldo Caiado enfrentou todos os problemas possíveis desde sempre. As primeiras dificuldades foi evitar a instalação de “feudos políticos” dentro da administração estadual, e para isso ele convidou e deu posse a número recorde de secretários “estrangeiros”.

caiado-globonews

Já em janeiro, optou pelo pagamento salarial do seu período administrativo e apresentou um plano de escalonamento – comunicado erradamente como parcelamento, o que de fato nunca ocorreu – das folhas de pagamento ainda referentes ao ano de 2018, especialmente os salários de dezembro e parcelas do 13º. O episódio, mal encaminhado em termos de comunicação, gerou terríveis desgastes na imagem do governo como um todo.

Se isso não fosse encrenca suficiente, ele ainda questionou o formato da política de incentivos fiscais do Estado, que a CPI que está sendo realizada na Assembleia Legislativa confirmou excessos que estão sendo praticados.

Por fim, e concluindo o escalonamento dos pagamentos pendentes, o governo finalmente se livrou do peso da pressão dos servidores, mas com o caixa raspado até as últimas moedas, recorreu ao Supremo Tribunal para carimbar, com autorização da Corte, um calote temporário das dívidas do Estado com bancos oficiais.

Nas últimas semanas, o governador vinha colhendo uma boa safra administrativa. É claro que não é, e nunca será, um jardim do Éden, mas após sofrer humilhantes derrotas no plenário da Assembleia Legislativa, ele conseguiu reverter a situação. É uma base suficiente para importantes votações, embora ainda não completamente testada quanto à sua fidelidade e estabilidade.

Diante de tantas dificuldades desde o início, e mesmo logo após a vitória eleitoral quanto à modelagem de seu secretariado, Ronaldo Caiado tem vivido seus melhores momentos. Seus familiares e ele próprio sabem que o preço foi um altíssimo nível de stress permanente.