Lava Jato prende procurador do Estado do Rio de Janeiro suspeito de receber propina em obra do metro

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

A Lava Jato do Rio de Janeiro prendeu nesta segunda-feira, 1º, o procurador do Estado Renan Saad. Ele é suspeito de ter recebido 1 milhão e 300 mil reais da empreiteira Odebrecht. Saad avalizou alteração no traçado de uma linha do metro entre as Zonas Sul e Oeste, no Rio, que encareceu a obra 11 vezes.

odebrecht-recuperacao-judicial-1200x675

Projetada em 1998, a linha 4 do metro carioca custaria 880 milhões. Com as alterações, o custo pulou para estratosféricos 9 bilhões e 600 milhões de reais. Os repasses de propina, conforme publicou o site G1, aconteceram entre 2010 e 2014.