Votos branco, nulos e abstenção podem definir a eleição

Pesquisa Serpes/O Popular traz informação assustadora: potencial da alienação eleitoral é de 60%

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Pesquisa realizada pelo instituto Serpes, contratada pelo jornal O Popular e publicada na edição desta terça-feira, 14, traz uma informação assustadora: o potencial de alienação eleitoral em Goiás este ano – conjunto formado pelos eleitores que podem nem comparecer aos locais de votação, votar em branco ou anular o voto. São nada menos que 38,2% que declararam não ter nenhum interesse na eleição, seguido por outros 23,8% que tem pouco ou pouquíssimo interesse, totalizando 62%.

Votos branco, nulos e abstenção podem definir a eleição

Votos branco, nulos e abstenção podem definir a eleição

Isso significa que a maioria do eleitor goiano não tem tanta crença assim – neste momento, ressalte-se – de que a política tem produzido bons resultados ou que possa servir para melhorias no futuro próximo. Em outras palavras, um enorme desalento com toda a classe política.

Por outro lado, caso se confirmem índices de alienação tão elevados, as campanhas vão ter que levar muito em conta esse dado. Um multidão como essa que  pode não votar em ninguém soma condições, por maior paradoxo que isso pareça, de mudar os rumos das candidaturas, influenciando decisivamente no resultado da eleição. Além de disputar o voto daqueles que pretendem votar, os candidatos devem conseguir convencer um grande número de eleitores no grupo que está desanimado ao ponto de abrir mão do voto. Quem conseguir melhor resultado junto a esse contingente somará melhores condições de vitória. Trabalho dobrado para os marqueteiros este ano.