Polícia Federal nas ruas: empresário acusado de pagar propina ao PT é preso na Lava Jato

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

O empresário Guilherme Esteves de Jesus foi preso nesta segunda-feira, 1º. Ele é investigado pela operação Lava Jato, em Curitiba, por lavagem de dinheiro em propinas pagas Pedro Barusco e Renato Duque, ex-dirigentes da Petrobras, e ao PT, além de funcionários da Sete Brasil, empresa privada criada no governo Lula para fornecer navios de exploração de petróleo para a Petrobras. A ordem de prisão é da Justiça Federal do Paraná.

viastura PF

O empresário é suspeito de lavar cerca de 8 milhões e 200 mil dólares, propina proveniente do Estaleiro Jurong, que estava construindo seis sondas para a Petrobras, conforme informação on line do site G1.